Gripe – Por que é necessário tomar a vacina da gripe todo ano?

blog

Gripe – Por que é necessário tomar a vacina da gripe todo ano?

Gripe – Entenda o processo de mutação do vírus da gripe

As vacinas incluem pedaços de patógenos que causam a doença. Este patógeno está morto ou foi modificado para não causar a doença. Isso é feito para chamar atenção do sistema imunológico.

Quando o imunizante entra no organismo, o sistema imunológico reconhece o invasor. Assim, o organismo constrói uma espécie de exército de anticorpos (proteínas no sangue especializadas em lutar contra aquele patógeno específico). Se o corpo encontrar o patógeno real, o exército de anticorpos se livra dele antes de causar a doença.

No entanto, este processo só funciona se o inimigo for sempre o mesmo. Doenças como sarampo e hepatite, por exemplo, não mudam, segundo Ruth Karron, diretora do Centro de Pesquisa de Imunização da Escola de Saúde Pública Bloomberg da Universidade Johns Hopkins. Logo, a vacina não muda. Mas, a situação é diferente com a influenza.

Como todos os vírus, o vírus da gripe tem como objetivo se replicar. O vírus entra numa célula, assume seu controle, desliga a resposta antiviral e usa o equipamento da célula para fazer uma cópia de si mesma. Se o vírus sofrer mutações, ele tem mais chances de não ser impedido pelos anticorpos. Logo, ele tem mais sucesso na hora de se multiplicar.

O genoma do vírus tem oito segmentos separados, incluindo um para proteína HA e outro para NA. Estas proteínas determinam o subtipo do vírus, como H1N1 ou H3N2. Quase todos os subtipos ocorrem em aves, que é o hospedeiro natural do vírus influenza. Se dois subtipos infectarem a mesma célula, os segmentos de gene podem se misturar. Isso geralmente ocorre nos porcos e nas aves.

Os humanos geralmente pegam estas infecções de porcos e aves em lugares como feiras e fazendas, mas estes vírus aviários e suínos não se replicam bem em humanos. No entanto, se um vírus aviário e um vírus humano acabarem numa mesma célula, isso causa uma superinfecção. “Quando isso ocorre, você tem uma pandemia porque a população não tem imunidade contra estes vírus. Então, eles podem se espalhar rapidamente”, explica Scott Hensley, da Universidade de Pensilvânia.

Por que ainda não há uma vacina universal da gripe?

O sistema imunológico não consegue aprender cada possível combinação do HA e NA. Por isso, os cientistas estão tentando desenvolver uma vacina que ensine o sistema imunológico a reconhecer uma parte diferente do vírus. Mas isso é difícil quando o sistema percebe automaticamente as proteínas primeiro.

A equipe de pesquisa de Hensley também descobriu recentemente que cultivar o vírus em ovos para fazer vacinas (forma como muitas das vacinas contra gripe são feitas há décadas) causa pequenas mutações que podem diminuir a eficácia da vacina. Vírus que replicam bem em células de galinha diferem um pouco daquelas que se replicam bem em células humanas.

Ainda não existe uma vacina universal contra gripe, mas tomar o imunizante todo ano significa que seu corpo tem pelo menos uma chance de se preparar contra a enfermidade.

Informações: Opinião e Notícia  http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/por-que-e-necessario-tomar-vacina-da-gripe-todo-ano/

Deixe um comentário