Tenho um nódulo na tireoide: e agora?

blog

Tenho um nódulo na tireoide: e agora?

Semana Internacional da Tireoide 19 a 26 de maio de 2017

VOCÊ SABIA?
• A tireoide é uma glândula que fica na base da região anterior do pescoço.

• A tireoide produz dois hormônios: a TRIIODOTIRONINA (T3) e a TIROXINA (T4).

• Esses hormônios são muito importantes em todas as fases da vida, como na formação dos órgãos fetais (principalmente o cérebro), no crescimento, desenvolvimento, na fertilidade e reprodução.

• Os hormônios da tireoide exercem ainda importante atuação nos batimentos cardíacos, no sono, raciocínio, na
memória, temperatura do corpo, no funcionamento intestinal e metabolismo.

• As principais doenças que afetam a glândula são: hipotireoidismo (função diminuída), hipertireoidismo (aumento de função), tireoidites (processos inflamatórios) e nódulos de tireoide (benignos ou malignos).

• O hipotireoidismo é mais comum em mulheres na pós-menopausa.

• O diagnóstico de hipotireoidismo congênito é realizado por meio do “exame do pezinho” nos primeiros dias de vida da criança.

• Durante a gravidez o hipotireoidismo não diagnosticado e não tratado pode associar-se com complicações relativas à gestação e ao feto.

• Na gestação, o diagnóstico deve ser feito no primeiro trimestre.

• Em crianças o hipotireoidismo atrapalha o rendimento escolar se não for tratado adequadamente.

• Os nódulos de tireoide são muito frequentes e podem afetar de 50% a 60% da população.

Informações: Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia / http://www.tireoide.org.br/semana-internacional-da-tireoide-material-da-campanha/

Deixe um comentário